IDEAL / ESPIRITISMO

"Se a doutrina espírita fosse concepção puramente humana, não teria como garantia senão as luzes daqueles que a tivessem concebido. Ora, ninguém neste mundo poderia ter a pretensão de possuir, sozinho, a verdade absoluta. Se os Espíritos que a revelaram se houvessem manifestado a apenas um homem, nada lhe garanteria a origem, pois seria necessário crer sob palavra no que dissesse haver recebido os seus ensinos. Admitindo-se absoluta sinceridade de sua parte, poderia no máximo convencer as pessoas do seu meio, e poderia fazer sectários, mas não chegaria nunca a reunir todos."

" A vida física tem um significado extraordinário, que é o de enriquecimento interior, preparação para a imortalidade, conquista de patamares mais elevados para o pensamento e para o sentimento no rumo da plenitude.

Viver integralmente cada momento existencial, desenhando o próximo com atividades renovadoras e espírito de combate, experienciando alegria e paz em todos os instantes, sem consciência de culpa pela ações infelizes, que podem ser reparadas, nem tormento de pecado, que se transforma em conquista emocional dignificadora após harmonizar-se e agir corretamente, é o delineamento sábio e saudável que todos devem empreender em favor de si mesmo e da sociedade.

O homem que se autodescobre, não mais permance na indecisão, cultivando pensamentos perturbadores em atitude masoquista, mas empreende a marcha pela busca da sua auto-realização e da sua total harmonia íntima.

Envelhecer é uma arte e uma ciência, que devem ser tomadas a sério, exercitando-as à senectude, caso não advenha a morte, que é a cessação dos fenômenos biológicos."

Joanna de Ângelis/Divaldo P.Franco